Analytics: como usar os dados para causar impacto de negócio

Por: Time CI&T

representação gráfica de analytics em vermelho
Posted on Aug 21, 2019

 


O que você vai ler aqui:

  • O que é Analytics

  • Por que o uso de dados atrelado ao olhar profundo sobre o consumidor é fundamental para gerar resultados de negócio

  • Como transformar a experiência do seu consumidor

 

Existe um enorme volume de dados gerados no mundo que direcionam os negócios das empresas. Eles orientam a criação de produtos e serviços, auxiliam na gestão de processos e operações e permitem que as organizações estejam à frente de concorrentes sendo mais ágeis, atualizadas e velozes nas suas entregas. Por trás deste mar de possibilidades o que temos é o Analytics, uma ferramenta capaz de alavancar resultados de negócios. 

 

Por meio do Analytics, as empresas têm transformado o modo como conduzem decisões importantes. Segundo a pesquisa global “Here and now: the need for an Analytics platform”, feita pela SAS em 2018. entre as organizações consultadas, 72% afirmam chegar a insights relevantes a partir dos dados e 60% se veem mais inovadoras com a adoção do Analytics em suas estratégias

 

Porém, para ter sucesso de verdade, é importante conhecer todo o potencial dessa ferramenta. Entre os diversos benefícios de uma plataforma de dados, 46% citaram o tempo menor gasto na preparação das informações, enquanto 42% apontaram as tomadas de decisão mais confiáveis e inteligentes, e 41% destacaram o menor tempo na geração de insights. 

 

Ou seja, o Analytics além de auxiliar no processo de transformação das empresas, permitindo que informações valiosas se tornem conteúdo estratégico, faz com que elas sejam mais rápidas na conquista de espaço no mercado.

 

Mas, nesse mesmo cenário, existe uma preocupação constante sobre como as organizações estão realmente usando os dados. Além de buscá-las em bancos de dados e coletá-las com a ajuda de ferramentas de análise, é importante saber como gerar, a partir delas, bons resultados. Isso implica em entender como os dados podem ser utilizados da melhor maneira na formação de estratégias e soluções que realmente causam impacto de negócio.

 

 

Olhar para o consumidor é gerar impacto

 

Muitas corporações já fazem uso de dados para direcionar a tomada de decisão em alguma escala dentro da organização - seja para conhecer a eficiência de um processo ou para verificar quantos produtos ainda estão em estoque. Mas a verdade é que nem todas são realmente guiadas por eles - e isso faz toda a diferença quando se deseja estar em destaque.

 

Explicamos. Cases de sucesso, como Uber, Airbnb, Amazon e Alibaba são amplamente orientadas por dados e o seu diferencial está, justamente, em fazer uma leitura que vai além da análise de dados financeiros básicos ou da performance dos produtos digitais da empresa. 

 

Essas companhias procuram nos traços deixados por seus consumidores - quando usam seus produtos e serviços - as soluções para as suas necessidades e acabam encontrando as respostas para muitos dos seus próprios problemas de negócio. É como se elas fossem verdadeiramente “obcecadas pelos consumidores”, como diz Jeff Bezos, e é isso o que faz com que sejam melhores que concorrentes e causem verdadeiros impactos no mercado - provocando mudanças em indústrias antes tidas como sólidas, como a hoteleira, por exemplo.

 

Portanto, o Analytics não deve ser confundido com uma “simples plataforma de análise” e não deve jamais ser usado apenas para filtrar melhores dados internos e externos. Além de proporcionar relatórios e dashboards de análises, serve como aliado para gerar um novo olhar sobre o consumidor. Para ajudar na compreensão das jornadas de consumo e dos desejos dos clientes, aproximando as empresas das suas dúvidas e anseios, levando as mesmas a melhorar um produto, capitalizar possibilidades de negócio e descobrir uma série de boas oportunidades nos dados.

 

 

Conquistando impacto de negócio

Como você pode perceber, o que falta para as organizações não é encontrar informações úteis para embasar suas decisões, mas olhar para elas com a visão de quem procura resolver a vida do consumidor, ou busca criar soluções de alto valor de forma ágil e veloz, transformando positivamente a experiência na ponta da cadeia.

 

Para colocar isso em prática, o uso de Analytics passa a ser estratégico e os dados utilizados de maneira muito mais completa (e complexa). Eles não servem mais para gerar resultados imediatos ou por meio de achismos, como descobrir o desempenho de uma campanha X de marketing, verificar erros e acertos, e logo desenvolver uma nova ação. Acabam fazendo parte das estratégias por meio de informações cruzadas, permitindo que a empresa não foque em análises rasas de contextos.

 

É como a lógica do Account Based Marketing (ABM), que diminui a distância entre a área de vendas e o marketing e reduz problemas comuns no ciclo de conversão. Nela, o foco no consumidor é muito mais importante do que as estratégias de comunicação massificadas. A ideia é acompanhar de perto a jornada dos clientes e identificar as perspectivas e motivações dos leads (os consumidores em potencial), fazendo isso por meio da coleta, análise e contextualização de dados para, em seguida, aproximar-se deles de maneira precisa e contundente.

 

Então, não é só o levantamento, o cruzamento e a contextualização de dados que se tornam relevantes com o uso correto do Analytics. A maneira como a empresa enxerga o consumidor e procura desenvolver produtos e serviços para ele também.

 

Em vez de olhar apenas para a ponta do iceberg e identificar o comportamento do cliente, ou seja, as suas ações quando interage com a marca, percebe o que existe na parte de baixo desse enorme bloco de gelo. Nela, estão as necessidades, crenças, atitudes, percepções, hábitos e estado de espírito de consumidores, informações extremamente singulares, mas que levam as empresas a entender verdadeiramente quem são os seus clientes, procurando atender às suas demandas por meio de produtos melhor avaliados e estruturados.

 

Nesse caso, a análise precisa de dados se torna o ponto de partida para os direcionamentos da empresa que, de fato, passa a transformar dados em melhores resultados, gerando impacto de negócio. Afinal, começa a conquistar os consumidores conhecendo a fundo a sua essência e não mais por qualquer simples entendimento do mercado ou intuição. 

 

Você já está usando Analytics para gerar impacto positivos para a sua organização? Continue acompanhando o blog e saiba mais sobre o assunto.